Main menu

Pages



 Embora os cavalos Brumby sejam considerados nativos da Austrália, eles não o eram, pois possuem raízes que os levaram à Europa, possuindo uma história muito semelhante à da formação da raça de cavalos Mustang. Se você está curioso para saber como esses cavalos surgiram neste continente, continue lendo e descobrirá.


Características gerais dos cavalos Brumby

Esses cavalos têm uma história muito diversa, pois são uma mistura de raças de cavalos que escaparam dos humanos e foram abandonados na Austrália por exploradores e conquistadores. Todos que vinham para esta região vinham com alimentos e muitos cavalos que seriam usados ​​pela população local para transportá-los mais rápido, pois ainda não tinham meios de se locomover e também precisavam de animais fortes e resistentes como os cavalos que poderia transportar materiais e objetos. O cavalo, por cumprir essa dupla função, coisa muito difícil de se fazer com o gado, ganhou um lugar importante entre os conquistadores.

O problema com isso surgiu quando muitos deles, por causa de quedas ou por outros motivos, correram para as matas, fugindo dos humanos. Esses cavalos se encontraram e começaram a se reproduzir, uma mistura muito heterogênea surgindo desde que espanhóis, árabes e muitos outros cavalos foram trazidos para o continente. Portanto, não há uma característica clara desses animais, já que seu pelo tende a variar muito, seja na maioria dos casos de cores diferentes. O seu corpo é grande e forte, mas também muito resistente já que esta mistura lhe conferiu as melhores qualidades de cada espécie.


Adaptação do cavalo Brumby

Não é a primeira vez que a ação do homem muda radicalmente o ambiente de uma região na qual ele começa a viver. Muitos casos ocorreram na Natureza de espécies que não eram do local, mas que foram transportadas e devido a um descuido, escaparam ao longo do tempo, produzindo uma nova espécie ou ajudando outras espécies nativas a serem afetadas.

No caso da Austrália, na época em que foi descoberta e colonizada, não havia grandes herbívoros que pudessem causar uma grande mudança no modo de vida dos pequenos animais que ali viviam, porém com a chegada dos cavalos e a adaptação que eles tinham no meio ambiente, colocaram em risco outras espécies além daquelas que ali estavam.

O sucesso dessa expansão se deve principalmente ao fato de que não havia predadores para esses animais e os que existiam eram pequenos e mais lentos que os cavalos Brumby, razão pela qual essa espécie começou a proliferar nas florestas e vales australianos. Outra vantagem que encontraram foi um terreno muito rico em vegetação, por isso era o local ideal para viver e se reproduzir, algo que fizeram rapidamente. A princípio, isso não foi visto como um perigo até que, depois de anos, foi descoberto que eles estavam se multiplicando desproporcionalmente e que esse crescimento precisava ser interrompido.


Redução da população de cavalos Brumby

Devido à rapidez com que esses cavalos tivessem prole e principalmente pela abundância que cada vez mais possuíam nessas terras, o governo australiano passou a tomar medidas nas quais a caça desses animais fosse permitida a fim de reduzir o número de exemplares que eram. Na natureza. Muitas empresas também começaram a comercializar com eles, tanto no nível de carne para consumo humano quanto para uso de ração animal. Aos poucos a população de cavalos foi reduzida a um número mais aceitável, garantindo assim que os demais animais que convivem com esses cavalos Brumby possam sobreviver melhor, tanto para se proteger de predadores, quanto para se alimentar. mais fácil.

Comentários

table of contents title